'

sábado, 15 de dezembro de 2018

Leitura de Setembro


As mil e uma noites - Vol. 1
Comprei um box com 2 volumes de "As mil e uma noites". Clássico da literatura, conta as histórias  de Sherazade pra escapar das mãos de seu marido, o sultão. Chega a ser engraçado o enredo de algumas histórias e é muito inteligente como ela liga uma história na outra.

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Leitura de Agosto

Mês de agosto foi hora de tentar colocar ordem na casa!
Que tal dicas sobre organização profissional e da vida?

A arte de fazer acontecer
O método GTD é conhecido mundialmente como um dos mais eficazes em questão de organização e "acabativa". Eu gostei bastante do passo a passo ensinado, mas vai ser necessária muita força de vontade e disciplina pra pôr tudo em prática.

Leitura de Julho

Vamos de mundo fashion?!

Como ser uma parisiense em qualquer lugar do mundo
Quer dicas de moda e comportamento? Esse livro é um bom começo! Juro que eu queria mais moda do que comportamento... haha
Mas gostei mesmo assim... ;)

Leitura de Junho

Atrasilda como sempre, né?! Mas tô aqui...

O fantasma de Canterville
Esse mês foi a vez de clássico! O fantasma de Canterville e outras histórias é uma seleção de contos de Oscar Wilde. Sinceramente eu tava mais interessada no conto que dá título ao livro, por ser mais famoso, mas acabei gostando mais de outras histórias. Vale a pena ler pra tirar suas próprias conclusões...

terça-feira, 24 de julho de 2018

Tentativa



Eu tô me esforçando há muito tempo pra ser uma pessoa fria. Me revesti de todas as armas e táticas utilizadas para isso... ironia, sarcasmo, humor ácido. Eu tentei usar maquiagem pra disfarçar a minha ingenuidade e (boba) inocência.
Mas, cê sabe, eu não gosto dessa situação. Odeio ter que fingir e atuar o tempo todo. Apesar de gostar de histórias inventadas, quando é comigo eu prefiro a vida real. E a minha vida real, o jeito Mariana de ser, é esse mesmo... esse jeito bobinho.
A minha natureza não sabe usar armadura o tempo todo, apesar de todas as cicatrizes eternizadas em mim. Apesar de todos os abusos emocionais de quem descobre essa minha “fraqueza”. O meu natural é acreditar que tudo tem jeito, que as pessoas são boas e que todo problema tem uma solução feliz.
Nem sempre as coisas acontecem assim, e é nesse momento (quase sempre) que eu me machuco. E me machuco de novo e sempre e mais e mais, por não querer perder minha essência apaixonada e crente ao extremo.
E sobre você, o que dizer? Amor, eu continuo esperando você aparecer do nada e comprovar que o que eu esperei a vida toda existe sim, não é ilusão. Eu espero seus mimos e flores e bombons. Eu espero suas cartas e declarações. Eu espero alguém com quem eu possa ser eu mesma, e que não vai se aproveitar disso.
Eu espero alguém que eu possa amar de verdade, e que vai retribuir. Alguém que não vai me achar idiota por acreditar no amor. Alguém que vai cuidar de mim e gostar de mim assim... intensa.